[email protected]

cropped-logo-1
Pesquisar

Prisão de policial dono de arma utilizada para disparos contra advogado é revogada pela Justiça em Manaus

Rio Negro durante a seca de 2023 no bairro de Educandos em Manaus — Foto: Hariel Fontenelle/g1

Prisão do policial civil acusado de tentativa de homicídio e tortura é revogada pela Justiça do Amazonas

Nesta segunda-feira (16), a Justiça do Amazonas decidiu revogar a prisão do policial civil Raimundo Nonato Machado, que estava indiciado por tentativa de homicídio e tortura contra a babá Cláudia Lima e o advogado Ygor Colares. O crime ocorreu em agosto, na Zona Oeste da capital.

O casal Machado protagonizou a agressão, com a esposa do policial, a professora Jussana Machado, agredindo a babá com socos, tapas e chutes. Já o investigador agrediu o advogado Colares e sua esposa ainda atirou na panturrilha dele. Ambos estavam detidos desde então, porém, em setembro, a Justiça já havia revogado a prisão preventiva de Jussana.

No alvará de soltura, a Justiça determinou que Raimundo será monitorado por tornozeleira eletrônica. Além disso, ele terá que comparecer mensalmente em juízo para justificar suas atividades, não poderá acessar o condomínio onde os crimes aconteceram, nem manter contato com as vítimas. Foi proibido também que o policial deixe Manaus sem autorização judicial.

Ainda como parte da decisão, a Justiça ordenou que a Polícia Civil do Amazonas tome medidas para investigar as infrações cometidas pelo policial no âmbito administrativo e disciplinar. Raimundo será afastado das atividades externas e terá seu porte de arma suspenso.

É importante ressaltar que o descumprimento das medidas estabelecidas pode levar à decretação de nova prisão por parte da Justiça. A revogação da prisão de Raimundo marca mais um capítulo neste caso, que continua a ser acompanhado de perto pela sociedade.

Fonte: https://g1.globo.com/am/amazonas/noticia/2023/10/16/justica-revoga-prisao-de-policial-dono-de-arma-usada-para-atirar-em-advogado-em-manaus.ghtml

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *