[email protected]

cropped-logo-1
Pesquisar

Mulher é acusada de causar prejuízo de mais de R$ 100 mil em Manaus com golpe do bilhete aéreo falso, revela investigação policial.

Caso foi registrado no 1º Distrito Integrado de Polícia (DIP) em Manaus — Foto: PC-AM

Mulher presa em Manaus após aplicar golpe do falso bilhete aéreo e causar prejuízo milionário

Uma mulher de 39 anos foi presa em Manaus na última quarta-feira (6) por aplicar o golpe do falso bilhete aéreo, causando prejuízos superiores a R$ 100 mil. A ação foi realizada pela Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), que encontrou a suspeita em sua residência, localizada no bairro Lírio do Vale, Zona Oeste da capital.

Segundo informações do 1° Distrito Integrado de Polícia (DIP), a mulher, identificada como Aline Nascimento Corrêa, se passava por consultora de viagens e falsificava os bilhetes aéreos das vítimas. As investigações tiveram início após a polícia receber diversas denúncias nos meses de setembro e outubro.

De acordo com o delegado Cícero Túlio, titular do 1° DIP, Aline montou uma agência de viagens falsa em sua própria residência há cerca de um ano, onde se apresentava como consultora de viagens. Através de suas redes sociais, ela oferecia promoções de passagens, despertando o interesse das vítimas que procuravam fechar negócio.

O golpe funcionava da seguinte maneira: as vítimas forneciam seus cartões de crédito à mulher, acreditando que ela compraria as passagens. No entanto, Aline falsificava os bilhetes e utilizava os cartões para efetuar outras compras.

O delegado explicou que as pessoas só descobriam terem sido vítimas de um golpe quando chegavam ao portão de embarque para fazer o check-in, sendo informadas pela companhia aérea de que aquele bilhete não havia sido emitido.

Até o momento, foram identificadas oito vítimas, mas a polícia acredita que esse número possa aumentar. Cabe à Justiça realizar o bloqueio dos bens ou ativos financeiros da suspeita. A mulher irá responder pelos crimes de estelionato, falsidade ideológica e falsificação de documento particular, permanecendo sob custódia do Poder Judiciário.

Fonte: https://g1.globo.com/am/amazonas/noticia/2023/12/07/mulher-da-prejuizo-de-mais-de-r-100-mil-com-golpe-do-falso-bilhete-aereo-em-manaus-diz-policia.ghtml

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *