[email protected]

cropped-logo-1
Pesquisar

Manaus envolta em fumaça: de onde vem o fenômeno que persiste desde agosto

Manaus encoberta por onda de fumaça. — Foto: Reprodução/Rede Amazônica

Manaus enfrenta uma grave crise ambiental decorrente das queimadas e da seca histórica, mas nem mesmo a presença do Ibama tem resolvido o problema da fumaça que encobre a cidade. Nos últimos dois meses, os moradores têm convivido com péssima qualidade do ar e uma nuvem cinzenta pairando sobre a capital do Amazonas.

No início de outubro, Manaus chegou a registrar três dias consecutivos de intensa fumaça, colocando a cidade entre os locais com pior qualidade do ar no mundo. De acordo com o Inpe, as queimadas no estado alcançaram o maior número dos últimos 25 anos, com quase 4 mil focos de calor.

Diante dessa situação, o Ibama enviou 290 brigadistas do Prevfogo para reforçar as ações de combate às queimadas no Amazonas, além dos quase 600 servidores que já atuam no estado. No entanto, os esforços têm se mostrado insuficientes para evitar que a fumaça retorne e encubra novamente a cidade.

Segundo órgãos que monitoram a crise ambiental, a origem da fumaça que sufoca Manaus é proveniente dos focos de calor e queimadas registrados na capital e em outras cidades da Região Metropolitana. Além disso, o Estado do Pará também contribui significativamente para a fumaça, com 3.965 focos de queimada.

A Prefeitura de Manaus nega que a fumaça seja resultado de incêndios na própria cidade e aponta os municípios da Região Metropolitana como os responsáveis. Já o Ibama afirma que a fumaça vem dos municípios Careiro e Autazes, causada pelo uso inadequado do fogo em áreas de agropecuária.

Uma questão importante é que a fumaça não desaparece rapidamente devido às massas de ar que a transportam, afetando a visibilidade e a qualidade do ar. As chuvas abaixo da média também contribuem para a persistência da fumaça sobre Manaus nos próximos dias.

Diante desse cenário preocupante, a população aguarda medidas mais efetivas por parte das autoridades competentes para combater as queimadas e melhorar a qualidade de vida na cidade. Ainda não há respostas sobre por que há focos de queimadas mesmo com a atuação dos brigadistas do Ibama. A situação requer urgência e ações eficazes para preservar a saúde da população e proteger o meio ambiente.

Fonte: https://g1.globo.com/am/amazonas/noticia/2023/11/01/de-onde-vem-a-fumaca-que-encobre-manaus-desde-agosto.ghtml

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *