[email protected]

cropped-logo-1
Pesquisar

Influências das religiões de matriz africana são retratadas em obras de artista de Parintins, no Norte do Brasil

Foto: divulgação

Situada em Manaus (AM), a rica tapeçaria cultural brasileira é adornada pela diversidade, marcada pela contribuição de diversas etnias, especialmente as indígenas, brancas e negras. Esse caldeirão multicultural é vividamente reconhecido na Amazônia, e com esse pensamento em vista, o artesão de Parintins, Messias Evangelista, deu início ao projeto “Entalhes da Fé”. Esta iniciativa se dedica à criação de esculturas em madeira que ressaltam a influência e o papel da fé oriunda das religiões afro-brasileiras na região norte do país.

O projeto “Entalhes da Fé” foi agraciado com recursos provenientes do edital Lei Paulo Gustavo, e conta com o suporte da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Amazonas (SEC), além do respaldo da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Semcult) de Parintins.

Messias Evangelista esclarece que o propósito do “Entalhes da Fé” é enaltecer a espiritualidade afro-amazônica através da arte de esculpir na madeira.

“Este projeto nasce de uma pesquisa e um esforço colaborativo que envolve artistas, estudiosos, líderes religiosos e comunidades de descendência afro-amazônica. Nosso anseio é também dissipar preconceitos e estereótipos ligados às religiões de matriz africana, exaltando esses costumes e fomentando a riqueza cultural, bem como o respeito recíproco,” explicou o artista, que também desempenha papel fundamental nas atividades do Terreiro de Umbanda Ogum Beira-Mar e Cabocla Mariana, localizado em Parintins.

Além disso, o artista detalhou o processo de confecção das peças em madeira e a formação de sua equipe para esta tarefa.

“Após defender a importância artística da arte de esculpir em madeira, evidenciamos quatro técnicas específicas: cinzelamento, entalhe em relevo, escultura em figura ou retirada de lascas. Do ponto de vista socioeconômico, o foco do projeto é empregar indivíduos não reconhecidos no setor artesanal, objetivando expandir as chances de aperfeiçoamento de habilidades e movimentação econômica no município de Parintins, além de fomentar a autonomia financeira”, destacou Evangelista.

A parte investigativa do projeto ficou a cargo da historiadora local, Larice Butel, que compartilhou insights sobre o desenvolvimento do “Entalhes da Fé”.

“A construção desse projeto é fruto de um esforço coletivo liderado pelo Centro Cultural Ogum Beira-Mar e Cabocla Mariana. Em toda a etapa de planejamento das obras e elaboração do projeto, Messias Evangelista considerou a essência ancestral das religiões de matriz africana, incluindo tanto o candomblé quanto a umbanda”, esclareceu.

Um total de 15 obras, englobando atabaques, a flecha de Oxóssi (orixá associado ao conhecimento e às florestas), e outros elementos característicos das religiões afro-brasileiras, foram meticulosamente esculpidas por Messias Evangelista e sua equipe. Tais peças serão disponibilizadas para apreciação pública no Mercado Municipal Leopoldo Neves, em Parintins, disponíveis para visitação a partir do próximo sábado (9), às 8h da manhã.

*Com informações da assessoria

Explore também:

‘Empodera Ela’: Uma feira de artesanato destaca o trabalho de 20 mulheres em Manaus

Campanha “Empodera Elas”: Uma feira exibe o talento de artesãs locais em Manaus

Cineclube de Arte de Manaus celebra a obra de dois renomados cineastas amazonenses

Fonte: https://folhadesorocaba.com.br/de-volta-sorocaba-reinaugura-unidade-do-sabe-tudo-conect-apos-anos-de-inatividade/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *