[email protected]

cropped-logo-1
Pesquisar

Funcionárias denunciam prática de assédio sexual em troca de promoção em empresa

Manaus – Mais denúncias sobre o grave episódio de pedofilia, assédio sexual e moral realizados dentro de uma empresa de Manaus chegaram até o Portal e TV CM7 Brasil nesta terça-feira (7). Desta vez, vídeos e fotos mostram funcionárias e estagiárias sendo obrigadas a realizarem atos sexuais em troca de cargos.

Segundo a denúncia, o diretor da empresa obrigava estagiárias, funcionárias e até mesmo adolescentes, que estavam como menores aprendizes no primeiro emprego, a serem filmadas e fotografadas fazendo sexo oral em troca de cargos e possíveis aumentos. O pior é que tudo acontecia dentro da empresa.

Todos os atos libidinosos foram filmados pelo gerente e a bomba acabou explodindo dentro da empresa. No entanto, a empresa se manifestou alegando que afastou o ‘taradão’ das atividades, mas não explica porque não o demitiu, e nem porque admitiu que tudo isso fosse cometido contra as funcionárias dentro da empresa.

No total, são mais de 50 vídeos registrados dos atos sexuais cometido nas dependências da empresa, que inclusive não se mostrou nenhum pouco interessada em punir o funcionário importunador sexual.

Veja os vídeos:

Mais detalhes deste caso com todos os vídeos, o nome da empresa e de seus diretores, serão divulgados na íntegra nesta quarta-feira (8).

É amanhã, não perca!

Fonte: https://cm7brasil.com/amazonas/manaus/lixo-do-lixo-funcionarias-eram-forcadas-a-fazer-bl0quete-em-troca-de-cargos-em-empresa-veja/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *