[email protected]

cropped-logo-1
Pesquisar

Encontros de ouvidores do poder judiciário são sediados em Manaus; veja a programação.

Foto: divulgação

Pela primeira vez na cidade de Manaus, no Amazonas, teremos o prazer de sediar o XVI encontro do Colégio de Ouvidores da Justiça Eleitoral (Coje) e o III encontro do Colégio de Ouvidorias Judiciais das Mulheres (Cojum). Estes eventos, que ocorrerão nos dias 10, 11 e 12 de abril, contam com a organização do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) e vão reunir representantes das ouvidorias eleitorais de todo o país.

As atividades iniciarão oficialmente às 19h do dia 10 de abril, no emblemático Teatro Amazonas. Esta ocasião contará com importantes figuras, incluindo o presidente do TRE-AM, desembargador Jorge Lins, o ouvidor-geral do TRE-AM, Pedro de Araújo Ribeiro, e a ouvidora da Mulher do TRE-AM, juíza Lídia de Abreu Carvalho, além da presença dos coordenadores dos eventos, Dr. Márcio Antônio de Souza Moraes Júnior e a desembargadora Tânia Regina Reckziegel.

Um dos destaques do primeiro dia é a palestra “Ouvidoria do CNJ: O olhar da cidadania como fator de aprimoramento das políticas judiciárias”, apresentada pelo conselheiro ouvidor Marcello Terto e Silva.

O desembargador Jorge Lins, presidente do TRE-AM, ressalta a importância de Manaus acolher esses encontros significativos, evidenciando como os eventos promovem a troca de conhecimentos e experiências entre ouvidorias judiciárias, contribuindo para a melhoria contínua das práticas e políticas públicas.

O evento Coje terá início com uma palestra sobre “O uso da IA no contexto das Ouvidorias”, ministrada por Otávio Lube dos Santos do TRE-ES, no Tribunal de Contas do Estado (TCE-AM), seguida pela apresentação das Trilhas de Aprendizagem com palestrantes do TRE-GO.

No segundo dia, destaca-se a palestra sobre “Linguagem simples e direito visual: ampliando o acesso da sociedade à Justiça”, e também “Uso da Inteligência Artificial nas Eleições”. Além disso, serão discutidas “Boas Práticas das Ouvidorias” e os “Desafios e Perspectivas para as Eleições de 2024”.

O último dia será marcado pela reunião do Coje e a aprovação da Carta de Manaus.

O Cojum também terá uma agenda repleta, incluindo discussões sobre “Assédio contra mulheres em suas diversas vertentes” e “Acolhimento de mulheres em situação de violências de gênero”, também a serem realizadas no TCE-AM, culminando com a reunião do Cojum e a aprovação da Carta de Manaus.

Estes encontros prometem ser fóruns essenciais para promover a interação e o fortalecimento das ouvidorias judiciais, servindo como pilares no processo democrático e na aproximação com a cidadania.

Fonte: https://folhadesorocaba.com.br/de-volta-sorocaba-reinaugura-unidade-do-sabe-tudo-conect-apos-anos-de-inatividade/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *