[email protected]

cropped-logo-1
Pesquisar

CMDU tem 80% de processos aprovados no trimestre, informa colegiado

Foto: divulgação

Entre janeiro e março, o Conselho Municipal de Desenvolvimento Urbano (CMDU), um órgão ligado à Prefeitura de Manaus, exibiu eficiência notável ao aprovar completamente 80% dos processos examinados nesse período, envolvendo um total de 24 solicitações. As decisões são tomadas durante as assembleias ordinárias, agendadas para todas as quartas-feiras, a menos que coincidam com feriados ou datas comemorativas.

Ao longo desse trimestre, 30 processos estiveram sob consideração, dos quais 24 foram integralmente aceitos (80%), enquanto cinco foram rejeitados (17%) e outros cinco alcançaram aprovação parcial, também representando 17% do total.

O CMDU desempenha um papel crucial no sistema de licenciamento urbano local, supervisionando a execução do Plano Diretor da cidade e deliberando sobre leis, planos, programas, e iniciativas de desenvolvimento urbano dentro do governo municipal.

“O CMDU está envolvido na análise de uma variada gama de processos, desde licenças, Habite-se, renovações e certidões de licenciamento até medidas compensatórias. Esses processos são encaminhados pelo Instituo Municipal de Planejamento Urbano (Implurb), sempre seguindo as diretrizes do Plano Diretor e a legislação atual,” destacou o arquiteto e urbanista Claudemir Andrade, vice-presidente do Implurb e presidente do conselho.

As sessões do conselho ocorrem de forma virtual nas quartas-feiras, exceto em feriados e datas comemorativas. Os solicitantes interessados em participar das discussões de seus processos podem fazer contato por meio do e-mail [email protected].

O CMDU é composto por representantes de 18 entidades civis e públicas. Cada reunião conta com a presença de um membro de cada entidade, totalizando 18 conselheiros, que possuem seus suplentes designados.

Criado conforme estabelecido na Lei Orgânica do Município (Loman), no artigo 221, o conselho possui autoridade para emitir normas, exercer controle e tomar decisões a respeito das diretrizes urbanas da cidade, com base na legislação vigente e no Plano Diretor. Além disso, o órgão também é responsável por deliberar sobre os recursos do Fundo Municipal de Desenvolvimento Urbano (FMDU), integrando as operações do Implurb.

— — —

Este material foi elaborado por Claudia do Valle, colaboradora do Implurb.

Imagens fornecidas pelo Implurb.

Fonte: https://folhadesorocaba.com.br/de-volta-sorocaba-reinaugura-unidade-do-sabe-tudo-conect-apos-anos-de-inatividade/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *